sexta-feira, 5 de março de 2010

Alemanha Reafirma Lei Dominical



Membros do Tribunal Constitucional alemão decidiram em 1/12/09 que Berlim têm de cumprir a lei instituindo o domingo como dia de descanso.

1º de dezembro de 2009, marca um dia histórico na Alemanha.


Coincidindo com a promulgação do Tratado de Lisboa / Constituição da UE em 1 de dezembro, o Tribunal Constitucional Federal decidiu que a capital do país tem, como o resto do país, de cumprir a lei instituindo o domingo como “dia de descanso do trabalho e de aperfeiçoamento espiritual” (Deutsche Welle, 1 de dezembro).

Desde a guerra, Berlim havia decretado sua própria legislação, permitindo 10 domingos de compras por ano. Essa decisão local é agora anulada. Com efeito, a partir de 1 de janeiro de 2010, Berlim deve estar em consonância com a lei institucionalizando o domingo como dia de descanso e contemplação religiosa como contido na Lei Fundamental da Alemanha.

Embora, por força dessa mesma seção, o artigo 137 (1) afirme que: “Não haverá nenhuma igreja estatal,” o efeito da lei dominical é institucionalizar o catolicismo e suas “igrejas filhas” como religião estatal na Alemanha.
Aqueles que conhecem a história do Santo Império Romano da Nação Alemã verão esta jogada do alto tribunal da Alemanha como um passo adiante em direção a imposição da religião de Roma, não apenas como a religião oficial da Alemanha, mas sobre toda a comunidade Européia sujeita ao tratado nesse infame 1º de Dezembro de 2009.

As profecias do Apocalipse 13 assumem assombrosa atualidade com esta última decisão do Tribunal Constitucional da Alemanha.

Fonte: The Trumpet

Publicado em  por Seventh Day

Nenhum comentário:

Postar um comentário