quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Refletindo a glória de Deus



O Espírito do Senhor Deus está sobre Mim, porque o Senhor Me ungiu para pregar boas-novas aos quebrantados, enviou-Me a curar os quebrantados de coração, a proclamar libertação aos cativos e a pôr em liberdade os algemados. Isaías 61:1


O Senhor não Se agrada em que o Seu povo seja um grupo de lamentadores. Quer que se arrependam de seus pecados, para que fruam a liberdade dos filhos de Deus. Então se encherão dos louvores de Deus, e serão uma bênção aos outros. O Senhor Jesus foi ungido também para “ordenar acerca dos tristes de Sião que se lhes dê ornamento por cinza, óleo de gozo por tristeza, veste de louvor por espírito angustiado, a fim de que se chamem árvores de justiça, plantação do Senhor, para que Ele seja glorificado” (Is 61:3). [...]


Oh, fosse este o propósito de nossa vida! Então haveríamos de cuidar mesmo da expressão de nosso rosto, nossas palavras, e mesmo do tom de nossa voz ao falarmos. Todas as nossas negociações comerciais seriam feitas em fé e integridade. Então o mundo se convenceria de que há um povo que é leal ao Deus do Céu. [...]


Deus convida todos a se harmonizarem com Ele. Ele os receberá se abandonarem suas ações malignas. Pela união com a natureza de Cristo, escaparão das corruptoras influências deste mundo. É tempo de cada um de nós decidir o lado em que nos achamos. Os instrumentos de Satanás trabalharão com toda mente que permitir ser trabalhada por ele. Há, porém, agentes celestiais esperando para comunicar os brilhantes raios da glória de Deus a todos quantos estiverem dispostos a recebê-lo. O que queremos é a verdade, a preciosa verdade em toda a sua graça. A verdade trará liberdade e alegria (SDABC4, p. 1153, 1154).


Autora: Ellen G. White

Extraído de:http://www.cpb.com.br/htdocs/periodicos/medmat/2009/frmd2009.html

26/12

Nenhum comentário:

Postar um comentário