quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Hábitos saudáveis



E dá alimento a toda carne, porque a Sua misericórdia dura para sempre. Oh! Tributai louvores ao Deus dos Céus, porque a Sua misericórdia dura para sempre. Salmo 136:25, 26


O Senhor, em Sua providência, concedeu luz em relação ao estabelecimento de clínicas onde os doentes pudessem ser tratados conforme os princípios de higiene. O povo deve ser ensinado a depender dos remédios do Senhor: ar puro, água pura e alimentos simples e saudáveis.


Todo esforço feito em prol da saúde física e moral do povo deve se basear nos princípios morais. Os defensores de reforma que trabalham visando a glória de Deus fixarão seus pés firmemente sobre os princípios de higiene e adotarão uma prática correta. O povo precisa de conhecimento verdadeiro. Através de seus errôneos hábitos de vida, os homens e as mulheres desta geração estão trazendo sobre si mesmos incalculável sofrimento.


Os médicos têm um trabalho a fazer para efetuar essa reforma através da educação do povo, para que este possa compreender as leis que governam sua vida física. As pessoas devem saber como comer corretamente, trabalhar inteligentemente, vestir-se de modo saudável, e devem ser ensinadas a colocar todos os seus hábitos em harmonia com as leis da vida e da saúde, e a rejeitar as drogas. Há uma grande obra a ser feita. Se os princípios da reforma de saúde forem adotados, essa obra certamente estará intimamente associada à terceira mensagem angélica assim como a mão está ao corpo.


Por que existe tanta divergência? Por que tanta ação independente, tanta ambição egoísta neste grande campo missionário? Deus é desonrado. A ação deve ser concentrada, unida. Isto é tão necessário na obra médica como em qualquer outra área da obra de preparação para o grande dia de Deus. [...]


Ensine às pessoas como evitar doenças. Diga-lhes que deixem de se rebelar contra as leis da natureza e, removendo todo obstáculo, experimentem esforçar-se ao máximo para corrigir as coisas. A natureza deve ter uma oportunidade justa para aplicar seus agentes de cura. Devemos fazer intensos esforços para alcançar um padrão mais elevado quanto aos métodos de tratamento de doentes. Se a luz que Deus deu prevalecer, se a verdade vencer o erro, grandes passos serão dados na reforma da saúde. Assim deve ser (MR13, p. 177, 178).



Autora: Ellen G. White



09/10


Nenhum comentário:

Postar um comentário