quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Foste fiel no pouco sobre o muito te colocarei



Pela fé, Enoque foi trasladado para não ver a morte; não foi achado, porque Deus o trasladara. Pois, antes da sua trasladação, obteve testemunho de haver agradado a Deus. Hebreus 11:5


O Senhor tem uma grande obra para realizar, e mais legará na vida futura aos que na presente serviram mais fiel e voluntariamente. O Senhor escolhe Seus agentes e dá-lhes cada dia, sob diferentes circunstâncias, oportunidades em Seu plano de operação. Escolhe Seus agentes em cada esforço sincero de levar a efeito o Seu plano, não porque sejam perfeitos, mas porque pela conexão com Ele podem alcançar a perfeição.


Deus somente aceitará os que estão decididos a ter um alvo elevado. Coloca cada agente humano sob a obrigação de fazer o melhor. De todos é requerido perfeição moral. Nunca devemos abaixar a norma de justiça com o fim de acomodar à prática do mal, tendências herdadas ou cultivadas. Precisamos compreender que imperfeição de caráter é pecado. Todos os justos atributos de caráter habitam em Deus como um todo perfeito e harmonioso, e todo aquele que aceita a Cristo como Salvador pessoal, tem o privilégio de possuir esses atributos. [...]


Ninguém diga: Não posso corrigir meus defeitos de caráter. Se chegarem a essa decisão, certamente deixarão de alcançar a vida eterna. A impossibilidade está em nossa própria vontade. Se não quiserem não vencerão. A dificuldade real vem da corrupção de um coração não santificado, e da involuntariedade de se submeter à direção de Deus.


Muitos a quem Deus capacitou para fazer trabalho excelente pouco conseguem porque pouco empreendem. Milhares passam esta vida como se não tivessem alvo definido pelo qual viver, nem norma para alcançar. Os tais receberão recompensa proporcional às suas obras. [...]


Almeje cultivar toda graça do caráter para a glória do Mestre. Vocês devem agradar a Deus em cada aspecto da formação de seu caráter. Isto podem fazer, porque Enoque Lhe agradou, embora vivesse num século degenerado. E há Enoques em nosso tempo (PJ, p. 330-332).



Autora: Ellen G. White




19/09


Um comentário:

  1. Meu seu blog é show, not°10 desejo muito sucesso em sua caminhada e objetivo
    Um grande abraço
    http://maximumforma.blogspot.com/

    ResponderExcluir