terça-feira, 27 de outubro de 2009

Como adquirir vigor intelectual



Resolveu Daniel, firmemente, não contaminar-se com as finas iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; então, pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não contaminar-se. Daniel 1:8


O intelecto humano precisa expandir-se, e adquirir vigor, perspicácia e atividade. Deve-se obrigá-lo a fazer trabalho árduo, pois do contrário se tornará fraco e ineficiente. É necessário energia cerebral para pensar com mais afinco; deve-se exigir do cérebro o máximo a fim de resolver e dominar problemas difíceis, se não haverá um decréscimo de vigor mental e da capacidade de pensar. A mente deve criar, trabalhar e esforçar-se a fim de dar solidez e vigor ao intelecto; e se os órgãos físicos não são mantidos nas melhores condições por meio de alimentos substanciosos e nutritivos, o cérebro não recebe a nutrição que lhe corresponde para poder trabalhar. [...]


O intelecto deve manter-se desperto com trabalho novo, diligente e ardoroso. Como isso deve ser feito? O poder do Espírito Santo deve purificar os pensamentos e limpar a mente de sua contaminação moral. Os hábitos corruptores não só envilecem a mente, mas degradam o intelecto.


Quando os professores e os estudantes consagrarem a Deus alma, corpo e espírito e purificarem seus pensamentos pela obediência às leis de Deus, receberão continuamente nova dotação de força física e mental. Então haverá ardentes anelos de Deus e fervorosas orações para discernir com clareza. [...]


O estudo diligente é essencial, bem como o árduo trabalho diligente. [...] Um espírito bem-equilibrado não é obtido, em geral, pelo devotamento das faculdades físicas às diversões. O trabalho físico associado ao esforço mental com o fim de ser útil, é uma disciplina na vida prática, dulcificada continuamente pela lembrança de que está habilitando e educando a mente e o corpo para executar melhor a obra que é desígnio de Deus que os homens realizem em diversos setores. [...] A mente assim educada a desfrutar o esforço físico na vida prática se expande, e, mediante a cultura e o preparo, torna-se bem disciplinada e ricamente provida para prestar serviço, adquirindo além disso o conhecimento essencial para ser um auxílio e bênção aos próprios jovens e aos outros (FEC, p. 226-229).



Autora: Ellen G. White



05/10


Nenhum comentário:

Postar um comentário