quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Princípios Santos



Tal é a sorte de todo ganancioso; e este espírito de ganância tira a vida de quem o possui. Provérbios 1:19


A cada pessoa é dado o seu trabalho. Cada um tem seu lugar no plano eterno do Céu. É dever do pai e da mãe dominar a própria falta de regras, os hábitos desleixados. A verdade é clara e pura e de grande valor e necessita ser aplicada na edificação do caráter. Aqueles que têm a verdade e o amor à verdade em seu coração, farão todo e qualquer sacrifício para que essa verdade tenha o primeiro lugar em tudo. [...]


Há pessoas em nossas igrejas que têm muito a dizer em relação ao cristianismo, mas em cuja presença devemos estar sempre protegidos, pois rejeitam a Palavra de Deus em suas transações comerciais. Quando uma venda ou compra deve ser feita, Deus não Se encontra ao lado deles. O inimigo está no terreno e toma posse deles. A fraternidade cristã e o amor são sacrificados no altar da ganância. Deus, o Céu, os preceitos de Jeová e Suas ordens tantas vezes repetidas são eliminados do coração. Não sabem o que significa praticar os princípios estabelecidos na Palavra de Deus. Vendem a própria alma por ganhos ilícitos. Tão denso é o véu que cega seus olhos que podem ver apenas os lucros fraudulentos. Tão dura é a incrustação que lhes envolve o coração que este não sente o amor, a ternura e a compaixão de Cristo pelo próximo. A santidade e a verdade de Deus são excluídas do coração.


O povo de Deus desaprovará todas essas influências corruptas? Darão eles o coração a Deus? Lidarão com misericórdia para com seus semelhantes mortais? Será que os Adventistas do Sétimo Dia guardarão na memória que não podem se desviar da verdade em suas negociações com o próximo, não podem violar a justiça ou abandonar a integridade sem renunciar a Deus? Qualquer coisa que desonra a Deus jamais beneficiará a você. As pessoas que esperam prosperar violando os princípios eternos da justiça estão armazenando para si mesmos uma ceifa que não desejarão colher. Posicionam-se nas fileiras do inimigo e trazem degradação a si mesmos. Embora por algum tempo pareçam prosperar, jamais ajudarão a compor a família de Deus (SAT, p. 133, 134).


Autora: Ellen G. White



Nenhum comentário:

Postar um comentário