quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Como posso está perto de Jesus?



Tu me farás ver os caminhos da vida; na Tua presença há plenitude de alegria, na Tua destra, delícias perpetuamente. Salmo 16:11



Este mundo é nossa escola – uma escola de disciplina e preparo. Somos colocados aqui para formar caracteres como o caráter de Cristo e adquirir os hábitos e a linguagem da vida mais elevada. Influências opostas ao bem avultam em toda parte. A expansão do pecado está-se tornando tão abundante, tão profunda, tão repulsiva a Deus, que Ele logo Se levantará com majestade para sacudir terrivelmente a Terra.


Os planos do inimigo são tão ardilosos, e tão capciosas as complicações suscitadas por ele, que os que são fracos na fé não conseguem discernir seus enganos. Eles caem nas ciladas preparadas por Satanás, o qual atua mediante instrumentos humanos para enganar, se possível, os próprios eleitos. Unicamente os que se acham firmemente ligados a Deus conseguirão discernir as falsidades e as intrigas do inimigo.


Existem neste mundo apenas duas classes de pessoas: aquelas que servem a Deus e aquelas que permanecem sob a bandeira negra do príncipe das trevas. Aqueles que adentram os portões da cidade de Deus devem, neste mundo, viver em união com Cristo. [...]


Permitamos que Deus controle nossa mente. Não digamos nem façamos coisa alguma que desvie alguém do caminho reto. Sinto-me muito triste ao pensar em quão poucos há que demonstram haver provado a profunda bem-aventurança da comunhão com um Salvador ressurreto e que ascendeu ao Céu. Os homens do mundo estão lutando pela supremacia. Os seguidores de Deus devem ter sempre em vista a Cristo, perguntando: É este o caminho do Senhor? Nosso coração deve estar imbuído do santo desejo de viver a vida de Cristo. NEle habita corporalmente toda a plenitude da Divindade. NEle estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento.


Que bom seria se nosso povo compreendesse quais as vantagens que poderiam pertencer-lhes se olhassem constantemente para Jesus! [...] Ele é o nosso Alfa e o nosso Ômega. Chegando-nos a Seu lado e mantendo comunhão com Ele, tornamo-nos semelhantes a Ele. Mediante o poder transformador do Espírito de Cristo, somos transmudados em coração e vida (AUCR, 1º/2/1904).


Autora: Ellen G. White



Nenhum comentário:

Postar um comentário